Notícias

Britto: proposta de Lula de tornar corrupção crime hediondo é balão de ensaio

10/12/2009 | 3775 pessoas já leram esta notícia. | 1 usuário(s) ON-line nesta página

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Cezar Britto, classificou hoje (10) como um "balão de ensaio" o projeto de lei da Presidência da República que torna hediondos os crimes de corrupção praticados por autoridades da administração pública. "Enviar ao Congresso a proposta de transformar a corrupção em crime hediondo é um verdadeiro balão de ensaio, pois temos outras medidas muito mais sérias e efetivas de combate à corrupção". Entre as medidas sugeridas por Britto estão: a agilização das decisões judiciais, a aprovação emergencial da reforma política, o financiamento público de campanha e, ainda, a criação do recall - a possibilidade do cidadão cassar o mandato dos representantes depois de eleitos.

"Esse exemplo é bem visível no Distrito Federal, uma vez que o governador José Roberto Arruda (DEM) mandou que seus secretários voltem a ser deputados distritais para ter maioria na Câmara Legislativa e não ver aprovados os pedidos de impeachment contra si e o vice-governador, Paulo Octávio", explicou Britto, citando o escândalo que envolve a suspeita de pagamento de propina à base aliada do governo do DF. "Se tivéssemos o recall, nós mesmos poderíamos cassar o governador Arruda ou outros governantes", acrescentou o presidente nacional da OAB.

Fonte OAB