Notícias

CCJ decide não ouvir chefe de gabinete da Justiça

10/05/2006 | 1565 pessoas já leram esta notícia. | 24 usuário(s) ON-line nesta página


A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) rejeitou nesta manhã, por 21 votos contra 14, o requerimento dos deputados do PFL Antonio Carlos Magalhães Neto (BA) e Rodrigo Maia (RJ) para convidar o chefe de gabinete do ministro da Justiça, Cláudio Alencar, a prestar esclarecimentos sobre a quebra ilegal de sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa. A reunião foi encerrada em seguida.
A pauta da CCJ incluía ainda requerimentos para ouvir o secretário de Direito Econômico do Ministério da Justiça, Daniel Goldberg, que estava na casa do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci quando o então presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Mattoso, entregou o extrato bancário do caseiro, em 16 de março.
Em depoimento na CCJ, em 20 de abril, o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, negou participação no crime e garantiu que não impôs limites às investigações sobre o caso, feitas pela Polícia Federal.

 

Fonte Agência Câmara