Notícias

Lançamento da campanha SomosLivres fortalece ações de combate ao trabalho escravo contemporâneo

01/02/2016 10:59:00 | 835 pessoas já leram esta notícia. | 33 usuário(s) ON-line nesta página

Prêmio Nobel da Paz, Kailash Satyarthi, prestigiou evento em São Paulo

No dia Nacional de combate ao Trabalho Escravo, comemorado no dia 28 de janeiro, a Comissão Nacional (Conatrae) lançou a campanha Nacional de Prevenção e informação sobre a escravidão contemporânea: SomosLivres. O evento foi realizado no teatro Cásper Líbero, em São Paulo e contou com a presença de Kailash Satyarthi, vencedor do prêmio Nobel da Paz de 2014 e referência mundial por sua militância no combate à prática.

Durante sua saudação aos convidados, Kailash, destacou que o Brasil é um dos países mais desenvolvidos na erradicação do trabalho escravo do mundo, mas para continuar neste patamar é preciso que cada um faça a sua parte.

A campanha SomosLivres busca chamar a atenção para a gravidade do problema no Brasil, além de lutar contra as mudanças propostas em projetos de lei, atualmente em trâmite no Congresso Nacional, que, se aprovadas, irão flexibilizar a definição de trabalho escravo em território brasileiro e facilitar a ocorrência de novos casos.

Para o chefe da Divisão do Trabalho Escravo, André Esposito, que representou o Ministério do Trabalho e Previdência Social no evento, o dia 28 de janeiro representa uma data histórica a partir da chacina ocorrida em Unaí, Minas Gerais, onde fiscais foram mortos durante ação de trabalho. "Memorizar esta data é importante, pois sabemos que o trabalho escravo é muito grave, mas não sabemos de sua extensão e o quanto é degradante", explicou.

Também participaram do evento a auditora fiscal do Trabalho da Superintendência Regional de São Paulo, representando a OIT no Brasil, Giulina Cassiano o ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Luiz Machado, o Ministro do Tribunal Superior do Trabalho, Lélio Bentes, o presidente da Conatrae, Rogério Sottili, a procuradora do Trabalho, Cristiane Nogueira e o jornalista e coordenador geral da Repórter Brasil, Leonardo Sakamoto.

Clique aqui para saber mais sobre a campanha SomosLivres

Fonte MTE