Notícias

MPF/DF devolve inquérito do caso Francenildo à Justiça Federal e pede mais investigações

03/05/2006 | 2028 pessoas já leram esta notícia. | 34 usuário(s) ON-line nesta página


O Ministério Público Federal no Distrito Federal enviou hoje, 2 de maio, os autos do inquérito policial que investiga o vazamento do sigilo bancário de Francenildo dos Santos Costa, à 10ª Vara da Justiça Federal em Brasília. Os procuradores da República Gustavo Pessanha Velosso e Lívia Nascimento Tinôco manifestaram-se favoráveis à prorrogação do prazo do inquérito por mais 30 dias, conforme solicitação da Polícia Federal. Eles entendem que, apesar dos fatos já estarem bem delineados, ainda é necessário esclarecer as circunstâncias em que ocorreram os delitos.

No parecer, os procuradores pedem várias diligências ao delegado Rodrigo Carneiro, entre as quais novos depoimentos de Jorge Mattoso, ex-presidente da Caixa Econômica Federal, do secretário de Direito Econômico, Daniel Goldberg, e do chefe de gabinete do ministro da Justiça, Cláudio Alencar.

No procedimento de investigação do próprio Ministério Público Federal outras providências foram tomadas visando complementar posteriormente o inquérito policial.

Os procuradores pedem, também, o arquivamento parcial do inquérito em relação às investigações sobre suposto delito de lavagem de dinheiro em que Francenildo figura como investigado.

Sobre os indiciamentos já realizados pela Polícia Federal, os procuradores da República só analisarão após a conclusão total do inquérito e no momento de um eventual oferecimento de denúncia.


 

Fonte PGR