Notícias

Promotoria de Justiça pede prisão preventiva de Nenê Constantino

01/03/2011 | 5729 pessoas já leram esta notícia. | 26 usuário(s) ON-line nesta página

O promotor de justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT), Bernando Delbano Resende, emitiu um mandato de prisão preventiva, no fim da tarde desta segunda-feira (28/2), para Nenê Constantino. O pedido - divulgado apenas hoje - foi feito pois Delbano acredita que Constatino esteja interferindo nas investigações, e para seu ex-funconário, Vanderlei Batista Silva,suposto encarregado de tentar assassinar o pistoleiro João Marques dos Santos, 42 anos, que está entre as testemunhas que faltam ser ouvidas.

 

O fundador da Gol Linhas Aéreas e dono do Grupo Planeta é acusado de envolvimento no assassinato do líder comunitário Márcio Leonardo de Sousa Brito, em outubro de 2001. Nenê também é investigado por tentar assassinar seu ex-genro Eduardo Queiroz, no ano de 2008.

 

Durante esta terça-feira acontece a audiência de sete testemunhas no qual o empresário Constantino de Oliveira e outras quatro pessoas são acusadas de envolvimento no assassinato do líder comunitário. Dois depoimentos ocorrerão no Tribunal do Júri de Taguatinga, com início previsto para as 9h. Por morarem fora do Distrito Federal, outras cinco pessoas serão ouvidas por meio de carta precatória, na cidade onde residem. Há a expectativa de serem ouvidos também os réus.

Fonte Correio Braziliense